30 de janeiro de 2015

Amor calado


Sorriso estonteante. Olhar cativante. Jeito apaixonante. Por que ele tinha que ser tão ELE? Por que tinha que aparecer agora? Por que ele tinha que invadir meus pensamentos, minha imaginação, meus sonhos? Perguntas inexplicáveis, assim como o meu sentimento. Tem certas coisas que eu não sei dizer ou explicar, só da pra sentir.

A nossa história, ou melhor, a minha história paralelou-se com a dele numa segunda-feira de agosto. O que se espera em uma segunda-feria? Nada. Só um milagre talvez... ELE! Lembro-me muito bem daquele dia. Eu estava morrendo de sono, de tédio, de chatice, de tudo, definitivamente eu não queria estar ali. Quando ele apareceu ouvi um murmurinho  acompanhado de risinhos irritantes das meninas que estavam em volta, era um tal de " Que lindo" "Olha esses olhos" "Deus grego no Brasil?" "Opa opa, hoje a minha sorte muda"... Mal sabiam, mas foi a minha que mudou.

No começo não aguentava olhar pra aquele cara, ele era indiferente, apenas mais um rostinho bonito com jeitinho de convencido que já passou por mim. Estava enganada. As semanas passaram e eu pude conhecer seu interior, pra mim, esse sim se fez encantador. A presença dele foi ficando cada vez mais constante (isso porque o meu coração sismou em fazer uma morada, onde lá ele habitava). Se não fosse comigo, acreditaria que aquele sentimento era paixão. 

Inegável, eu estava literalmente apaixonada. Logo eu, logo por ele... O cérebro parou de funcionar e eu era só coração. Entre rápidas sistoles e diástoles, quando ele aparecia, percebi que algo tinha mudado, não era só a presença dele em mim, agora também era a minha presença nele. Quando um homem se aproxima muito de repente, conversa aleatoriamente, sorri, é gentil... Das duas uma: Ou ele está interessado em você, ou na sua amiga. No entanto, se aprendi algo nisso tudo é que: 1- Se a conversa se estende e os assuntos não são terceiros; 2- Se vocês não conseguem parar de se falar; 3- Se começa de manhã com um "Bom dia" e só termina de noite com um "Durma bem",  hmmmm é você.

Estava "perfeito", parecia lindo, mas não era certo. Não pra mim. Não são algumas palavras (ok, muitas palavras) que me deixaria aparentemente "caidinha" por ele, quiça declarar meus sentimentos. Foi então que o cérebro ressuscitou e o meu lado racional voltou. Bem a tempo! Talvez aquilo fosse uma fase, que acabaria de repente. 

Dessa vez eu estava certa. Aos poucos a tal presença foi sumindo e sumindo. Sem olhares. Sem sorriso. Sem "Bom dia". Sem conversa. Com dor, que depois virou alívio e hoje é só uma lembrança. Deus nem sempre nos dá o que queremos, mas nunca nos deixa faltar o que precisamos. Ás vezes não entendemos o porquê de algumas situações acontecerem justo com a gente, mas o senhor tempo sempre nos esclarece tudo. Hoje eu vejo que precisei dele naquele tempo, precisei da presença, da conversa, do carinho, enfim, da distração que ele trouxe pra minha vida. Quando aquele tempo mudou, ele não era mais preciso, talvez por isso tenha ido.

16 de janeiro de 2015

Vlog: Tutorial de blusa cavada com Dye

Aprenda a fazer e arrase no verão!

Gentemmm, pausa... Estava super animada pra lançar logo esse vídeo pra vocês! Quando estou de férias começo a inventar moda, literalmente falando (escrevendo, digitando)! Um dia desses eu fui numa loja que vende em atacado e comprei vários itens pra customizar minhas coisitchas, aproveitei que estava lá e comprei algumas blusas simples da cor branca e com mangas (100% algodão) pra fazer arte, entre elas a blusa cavada que mostro no vídeo. 


Não foi a primeira vez que cavei uma blusa, quem me acompanha lá no meu instagram e no twitter já deve ter visto fotos de outras customizações do tipo. No entanto, agora, ao invés de só rasgar uma blusa que já estava pronta pra usar, eu decidi "fazer" uma do meu jeito, com a estampa e o corte que eu queria. O resultado e o ensinamento de como fazer você vê no vídeo, PAUSA E PLAY!


E é isso pessoal, espero que tenham gostado do vídeo tutorial! Não esqueçam de se inscrever lá no canal do vlog! Agora é com vocês, quero ver todo mundo com a mão na massa, ou melhor, na tesoura! Beijos <3

27 de dezembro de 2014

Roteiro de hoje: Cidade Maravilhosa

Voo panorâmico de helicóptero e árvore de Natal da Lagoa

"Moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza, mais que beleza!" Não existe frase melhor pra descrever o Brasil, o Rio de Janeiro, a Cidade Maravilhosa! Todo final de ano, minha família faz um passeio que todo carioca e não carioca, deveria fazer quando estiver no RJ. Já compartilhei com vocês a Árvore de Natal da Lagoa e Bradesco Seguros, em 2012; em 2013 vocês foram no bondinho do pão de açúcar junto comigo e agora em 2014, vou compartilhar com vocês o passeio mais legal que fiz aqui no Rio, o voo panorâmico por toda a cidade maravilhosa (ps: desculpem a péssima resolução das fotos em que eu apareço, tirei com a câmera interna do meu iPhone e está essa porcaria... #Chateada)!  

Nessa hora o helicóptero estava começando a decolar, dava pra ver a Árvore da Lagoa beeeem de pertinho, e depois de cima... Ela ficou tão pequenina! Hahaha




Como minha mãe não quis ir, quem decolou na aventura fui eu, meu pai e minha irmã (da esquerda pra direita na foto a seguir). Não foi nada planejado, fomos dar um passeio normal: iriamos andar um pouco de bicicleta e ao anoitecer o plano era  ver a árvore, como de costume. SÓ, que passamos em frente ao Heliponto da Lagoa e ao ver os helicópteros decolarem e pousarem bateu aquela vontade... Então fomos no escritório,  acertamos tudo, fizemos a reserva e tchanannn fechamos negócio (ou melhor, meu pai fechou... hahaha)! Como já tinha voado de helicóptero antes (o voo foi pela região da costa verde) não senti medo, amo aventuras! O passeio foi maravilhoso, nunca fui da Lagoa até Copacabana tão rápido, em menos de 1 minuto! Voamos por toda região da zona sul, passamos pelas praias mais famosas do RJ, Jardim de Alah, voamos próximo ao Cristo Redentor e passamos praticamente ao lado do pão de açúcar! A cidade vista de cima é indescritível, tirei mil fotos enquanto admirava a paisagem, vou compartilhar algumas delas com vocês...












Amo o pôr do sol, já o admirei na terra, na areia, no mar e agora no ar... Como paisagem, a cidade maravilhosa, emoção que Tom Jobim descreve bem "Minha alma canta, vejo o Rio de Janeiro, estou morrendo de saudades. Rio, seu mar, praias sem fim; Rio, você foi feito pra mim!"



E pra finalizar, depois do voo (ainda impressionada pela paisagem vista, confesso), fomos passear pela lagoa e ao anoitecer, ficamos admirando a árvore que a cada ano parece estar mais linda! 



E aí pessoal, o que acharam do post? Espero que tenham gostado e se divertido, assim como eu me diverti. Até o próximo post, não desgrudem! RIO, AMOR SEM FIM... <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...